05
Ago 10

:” I'm feeling weak”.

Passámos dias muito divertidos e animados. Cada vez me sentia mais próxima do Nathan. Até que chegou a uma Terça-feira em que ele me disse:

-Qual é o teu maior desejo?

-Bem, tenho muitos – Disse sem perceber onde é que ele queria chegar com aquela conversa.

-O meu maior desejo deste momento é beijar-te. – Dito isto aproximou-se de mim e deu-me o beijo que me deixou sem fala.

Senti-me bem, mas ao mesmo tempo mal por estar a trair a confiança da minha melhor amiga, mas afinal, ela não quer ser mais minha amiga. E além, disso ela acabou com ele.

Passamos o resto do dia muito alegres, ele beijava-me de vez em quando e eu esquecia a Miranda, por momentos. Nem sequer pensava no que ela estaria a sentir naquele momento. Estava tão feliz que não queria saber.

Infelizmente a minha felicidade não durou muito. Numa Sexta-feira ele encontrou-se comigo e disse-me:

-Jennette, o que te vou dizer não é fácil. Passei momentos maravilhosos contigo, mas fui egoísta. Enganei-te. Desculpa, mas não gosto mesmo de ti. Só consigo pensar na Miranda.

Tentei conter-me. Não queria chorar em frente a ele. Não queria que ele me acha-se fraca.

Murmurei qualquer coisa parecida com isto:

-Então, tudo bem, vai ter com ela. Eu fico bem.

Abracei-o e fui para casa chorar. Não jantei, não dormi. Estou-me a sentir fraca. Fui enganada, destroçada. E ainda perdi a minha melhor amiga. Mas não estou zangada com ele. Apenas seguiu o coração. Isso é bom. Ao menos ainda teve a decência de me explicar o porquê de acabar comigo e não apenas acabar e ir-se embora. De uma coisa eu tinha a certeza: ele e a Miranda ainda se amam e ninguém os pode proibir de se amarem. Muito menos eu que sou, supostamente, a melhor amiga dela.

Levantei-me da cama, apesar de não ter dormido nada. Estava com umas dores de cabeça terríveis. Mal me aguentava em pé. Tomei o pequeno-almoço apesar de não querer. Deitei-me no sofá e sem mais nem menos comecei a chorar.

Foi no meio da choradeira patética toda que comecei a sentir-me angustiada. A Miranda tem de saber a verdade. Tem de saber o que se passou naquele dia. Ela tem que perdoar o Nathan. Decidi contar-lhe a verdade quer ela quisesse ou não. E é exactamente isso que vou fazer. E isso vai ser ainda hoje.

 

Sei que está muito pequeno e horrível... Mas espero que gostem! :)

By ficsaboutstars às 10:03

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


arquivos
2010

Make it designs
Always Fashion and Pretty
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO